Canto Verde
- OITIZEIRO - OLIVEIRA - ONAGRA - ONONIDE - OREGANO - ORTOSSIFÃO

OITIZEIRO Urostigma maximilianum
Partes usadas: Cascas
Família:Urticáceas
Características Arvore atinge de 15 a 18 metros de altura, de madeira clara e cerne escuro, contém uma resina leitosa; folhas elípticas e frutos axilares do tamanho de uma pequena jabuticaba.
Dicas de Cultivo: Mais conhecidas como Oitizeiros são as espécies do gênero Moquilea, da família das Crisobalanáceas, que produzem frutos comestíveis como a Moquilea tomentosa(Oiti da praia) com folhas pequenas, coriáceas e frutos em drupas amarelas, semi-alongadas, carnosas, cheirosas e com sabor intenso; Moquilea salzimannii ou Licania salzimannii – conhecida como Oiti da bahia e Oiti-açu, de flores claras e frutos grandes, de polpa farinácea que envolve os caroços – estes, muito tóxicos, venenosos.
Outros Nomes: Oiti-bravo,
Princípio ativo:.
Propriedades: antiescorbútica, depurativa, cicatrizante.
Indicações: A decocção da casca é utilizada como depurativo em caso de afecções da pele e externamente para combater o escorbuto..
Toxicologia:
Retorna

 

[oliveira]OLIVEIRA Olea europaea
Partes usadas: Toda a planta.
Família: Oleáceas,
Características Arvore atinge de 6 a 10 metros de altura, com abundantes ramificações. Seu fruto, a azeitona, contém 3% de proteínas, 39% de hidrados de carbono e 8% de fibra bruta além de potássio, sódio, cálcio, magnésio e ferro. Compreende cerca de 25 espécies.
Dicas de Cultivo: Necessita de muita luz para se desenvolver. Exige calor, mas cresce em muitos tipos de solo, desde alcalinos a argilosos ou ácidos. É cultivada na região mediterrânica desde a Antiguidade e já não existe a sua forma completamente silvestre.
Outros Nomes: Esp.: oliva; Fr.: olive
Princípio ativo: Glicosídeos, taninos e açúcar, dentre outros.
Propriedades: Antiinflamatória, depurativa, diurética, adstringente, emoliente, colagoga, antiinflamatorica, hipotensora, vermífuga, vulnerária, nutritiva, laxante, eupéptica.
Indicações: O óleo é eficaz em inflamações do estômago e intestinos. Usar 40 a 50 gramas de folhas por litro de água (reduzir à metade) em decocção. Tomar 3 xícaras/dia, ou consumir azeitonas em saladas ou pratos.
Toxicologia:
Retorna

 


ONAGRA Oenothera biennnis
Partes usadas: Sementes florais
Família: Enoteraceas
Características Planta de caule ereto, flores amarelas de cheiro agradável.
Dicas de Cultivo: Originária da América do Norte, o.
Outros Nomes: Erva-dos-burros, canárias, zécora, minuana.
Princípio ativo: ácidos gordos essenciais poliinsaturados (linoleico e linolênico), dentre outros.
Propriedades: Cicatrizante, antireumática, emenagoga, hipotensora, dentre outras.
Indicações: Combate o aumento de colesterol e de gorduras no sangue. Previne AVC´s, combate dismenorréia, e as afecções do sistema nervoso, transtornos imunológicos. Combate o reumatismo e os problemas dermatológicos.
Toxicologia:
Retorna

 

onoideONONIDE Ononis spinosa L.
Partes usadas: Rais, folhas e flores
Família: Leguminosas
Características Planta vivaz de caule rígido dos quais saem espinhos agudos e podem atingir até 40 cm de altura. Suas flores apresentam um tom rosa vivo.
Dicas de Cultivo: Originária da América do Norte, o.
Outros Nomes: Port.: Gatinha, Gatinho, Gatunha, Resta-boi, Rilha-boi, Unha-de-gato, Unha-gata; Esp.: gatuña, uña de gato, fatuna, abrojos, peine de asno; Fr.: bugrane[épineuse], arrête-boeuf; Ing.: [spinny ] restharrow
Princípio ativo: Glicosídios flavonóides (ononina), tanino, resina, amido, saponina dentre outros.
Propriedades: Diurética, antiinflamatória, cicatrizante, antiséptica, adstringente. Indicações: Combate as infecções urinárias, cálculos renais, afecções da próstata. É usada também em bochechos e gargarejos no combate à amigdalite e no tratamento de úlceras da pele (compressas) e feridas de dificil cicatrização.
Toxicologia:
Retorna

 

 



oreganoOREGANO Origanum vulgare
Partes usadas: Sumidades florais
Família: Labiadas
Características Atinge até 60 cm de altura, de folhas pequenas de cor rosa-púrpura. Também conhecida como orégão, ourego, orégam.
Dicas de Cultivo: Difundido por toda a América e Europa, em terrenos de altitude média, ensolarados, secos e pedregosos. è oriunda do Oriente médio e aclimatada no Brasil há muito tempo.
Outros Nomes: Orégão, orégam, ourego. Port.: orégão-vulgar, manjerona-brava, manjerona-selvagem.: Esp.: orégano, orégano comun; Fr.: Origano [commum], marjolaine sauvage; Ing.: wild marjoram, mountain mint, oregano.
Princípio ativo: óleo essencial (timol e carvacrol)
Propriedades: Sedativo, antiespasmódica, béquica, carminativa, antireumáticas.
Indicações: Combate a tosse, as doenças do pulmão, as dores musculares.
Toxicologia:
Retorna




ortossifaoORTOSSIFÃO Orthosiphon stamineus Benth.
Partes usadas: Folhas e flores
Família: Labiadas
Características Planta vivaz de caule quadrangular e inflorescências em espiga de cor púrpura, azulada ou branca. Atinge de 40-60 cm de altura.
Dicas de Cultivo: Originária da indonésia onde seu uso é muito difundido.
Outros Nomes: Chá-de-java; Esp.: ortosifon, té de java; Fr.: orthosiphon; Ing.: javan tea.
Princípio ativo: Derivados serpênicos, saponinas, colina, óleo essencial dentre outros.
Propriedades: Diurético, depurativo, redutor do colesterol, colagogo.
Indicações: Sua principal aplicação dá-se como complemento nas dietas de emagrecimento, por sua ação diurética, depurativa e redutora do colesterol. É recomendada no combate à insuficiência renal, retenção de liquidos e litíase renal. Ingerir 1 xícara antes de cada refeição do infuso de ortossifão com 20-30g da planta por litro de água.
Toxicologia:
Retorna